Mãe entra em pânico por não conseguir acordar a filha com sintomas de HIPERTERMIA. Depois de descobrir a causa, ela deixa um ALERTA sério

135
COMPARTILHE AGORA!!

Entenda os perigos e sintomas dessa condição também conhecida como ‘golpe de calor’ ou insolação (sem sol).

Além de estar com mais de 40 graus de temperatura corporal, os paramédicos constataram que os níveis de açúcar no sangue da menina haviam caído drasticamente. Então, administraram-lhe sacarose para normalizá-los.

Erika Strassburger

A pequena Anastasia estava apenas tirando uma soneca no quarto. Quando sua mãe, Jennifer Abma, foi vê-la, ela deparou-se com uma cena assustadora: o rosto da menina estava vermelho, fervendo e seu corpo encharcado de suor. E o quarto em que dormia estava muito quente.

Ela tentou desesperadamente acordar a menina, mas não teve êxito. Então ligou para a emergência e continuou, por mais 15 minutos, tentando acordá-la. A menina acordou somente depois de 20 minutos.

A mãe relata que a ambulância chegou rapidamente, e com os paramédicos vieram também investigadores, pois desconhecendo o cenário, estavam preparados para tudo.

Com a equipe já no quarto, segundo a mãe, e antes de conseguirem acordar a menina, ela tirou rapidamente a foto abaixo, que depois foi postada no Facebook.

Jennifer descreve sua experiência como “o momento mais assustador” que poderia imaginar. “Não há nada mais assustador do que não conseguir acordar seu bebê!”

O que desencadeou a hipertermia

A menina não brincou sob o sol escaldante, apenas foi dormir em um cômodo muito quente da casa.Advertisement

A mãe conta que a menina foi sozinha para o quarto. “Eu não fazia ideia do quanto o quarto estava quente até [entrar nele]”, disse. Embora saiba que não tem culpa do que aconteceu, ela confessa que é difícil não se sentir culpada.

O que aconteceu com ela é semelhante ao que ao que acontece quando uma criança (ou qualquer pessoa) fica trancada dentro de um carro. Devido à alta temperatura do ambiente, temperatura corporal sobe rapidamente, ela começa a desidratar e pode morrer em pouco tempo, como já aconteceu com várias crianças e animais. “Ainda estou chocada e não consigo imaginar o que teria acontecido se eu não tivesse ido [vê-la]”, desabafa a mãe.

Que isso sirva de alerta aos pais

Ao publicar a foto da filha no Facebook no dia seguinte, Jennifer não perdeu a oportunidade de deixar um alerta aos pais. Ela diz que aprendeu a lição e torce para que todos os pais também aprendam com sua terrível experiência.

“Tenham certeza de que estão verificando os quartos da sua casa, porque eles podem ser tão perigosos quanto um carro quente”.

“Definitivamente, nós tivemos Deus do nosso lado ontem”, diz, cheia de gratidão.

COMPARTILHE AGORA!!