Vitima de estupro, mulher é presa por chorar durante depoimento em tribunal

44
COMPARTILHE AGORA!!

Vítima começou a chorar e saiu correndo de tribunal enquanto estava dando depoimento. A consequência? Um mês na prisão.

Vítima de estupro ficou um ano presa após chorar em tribunal

Uma sobrevivente de estupro está processando um procurador no Texas, EUA, após ficar um mês na prisão. O motivo? Durante o seu depoimento sobre o abuso sexual no tribunal, ela caiu no choro e saiu correndo da sala, o que resultou em sua condenação. L

De acordo com o Mic, um homem chamado Keith Hendricks a sufocou e a violentou. Quando ela reviveu o abuso no tribunal, não aguentou e teve um ataque de pânico na frente do juiz. Após isso, o juiz Nicholas Socias declarou que a jovem chamada apenas de Jenny deveria ir para a prisão após visitar um hospital psiquiátrico. Ainda segundo a publicação, Jenny foi diagnosticada com transtorno bipolar. 

“Esta jovem senhora nunca deveria ter sido colocada na cadeia”, disse seu advogado, Sean Buckley, ao Click 2 Houston. “Isso não é um ambiente para uma vítima de estupro.” L

Uma vez na prisão, Jenny se envolveu em uma briga com outra presa e com um guarda, o que agravou ainda mais a sua condenação. Na cadeia, ela foi tratada como uma agressora e não como uma vítima, conforme relatou o Mic. 

“Colocar uma testemunha na prisão é altamente irregular e reservada para a pior das piores testemunhas, talvez em casos de gangues”, disse o ex-promotor Kim Ogg ao Click 2 Houston. “Eles podem ser protegidos, colocando-os em um hotel ou com a família.”

De acordo com Ogg, o caso está sendo investigado. 

COMPARTILHE AGORA!!