“Nunca vi japonês pedindo esmola. É uma raça que tem vergonha na cara”, diz Bolsonaro

3302
COMPARTILHE AGORA!!

Em discurso xenofóbico e vira-lata, Jair Bolsonaro exalta americanos, japoneses e suecos e critica brasileiros, venezuelanos e haitianos

Em entrevista para a Fox News nesta segunda-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) defendeu a construção do muro para separar os Estados Unidos do México, que Donald Trump corre para concluir antes de entregar seu mandato presidencial em dezembro deste ano.

Quando questionado sobre a política migratória do norte-americano, que tem sido apontada por críticos e analistas como racista e xenófoba respondeu: “Acredito que aqueles que são contra o muro deveriam remover as portas e os muros de suas próprias casas”.

Em seguida, Bolsonaro disse que “a maioria dos imigrantes não têm boas intenções” e não pretendem fazer bem “ao povo dos Estados Unidos”. “Devemos a nossa democracia no hemisfério Sul aos Estados Unidos”, completou.

A fala de Bolsonaro converge com a declaração polêmica que seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) fez no sábado (16) ao dizer que os brasileiros que vivem de forma ilegal no exterior são “uma vergonha para o país”.

Em toda a entrevista, o presidente brasileiro fez questão de ressaltar sua admiração a Donald Trump e não escondeu sua subserviência.

Apesar de ser uma emissora aliada do presidente dos EUA, a Fox fez algumas perguntas indigestas a Bolsonaro, como sobre sua possível relação com os assassinos da vereadora Marielle Franco. O mandatário brasileiro, evidentemente, negou.

Na esteira das declarações de Bolsonaro contra imigrantes, internautas resgataram um vídeo que revela que a xenofobia e o vira-latismo do atual presidente brasileiro não são novidade.

O vídeo é recente e teria sido gravado entre o final de 2018 e o início de 2019. Em sua fala, Bolsonaro elogia o fato de os japoneses não pedirem esmolas porque, segundo o presidente, eles teriam “vergonha na cara”. No vídeo, Bolsonaro ainda chama o Brasil de ‘lixo’ ao exaltar o povo sueco.

Assista:

“Nunca imaginei na minha vida um presidente falar mal do próprio povo. Não era Brasil acima de tudo?”, escreveu o músico Marcelo D2 nas redes sociais.

Uma seguidora completou: “Eu nunca imaginei ouvir um presidente falar mal do próprio povo; dar carta branca para americano entrar no país e o americano negar entrada do brasileiro naquele país; doar uma parte do território de graça para os EUA, enquanto brasileiro não tem terra pra morar. Tem tanta coisa que jamais eu pensei em ouvir de um presidente”.

“No vídeo, Bolsonaro está discursando em uma sala a portas fechadas e é aplaudido. Se ele estivesse discursando em público, para milhares de pessoas, certamente seria escrachado após essa fala”, observou um internauta.

COMPARTILHE AGORA!!